sábado, dezembro 20

É PRECISO IR ALÉM...

Havia numa empresa um funcionário insatisfeito com o seu chefe porque ele já tinha 6 anos de empresa e ainda não havia sido promovido e um colega de setor que tinha apenas dois anos de empresa já havia ganhado um aumento e uma promoção.
Chateado procurou seu chefe e lhe manifestou seu descontentamento com a situação.
O seu chefe percebendo o final da história interrompeu a conversa e lhe disse:
Antes de você me contar seu assunto, poderia fazer um favor para mim?
Sim chefe respondeu o funcionário prontamente.
Eu pretendo servir mais tarde umas frutas de lanche para os funcionários.
Você poderia ir à fruteira aqui do lado e perguntar se eles têm abacaxi?
O funcionário disse que sim e saiu rapidamente da sala em direção à fruteira.
Cinco minutos depois ele volta e responde para o chefe: Sim eles têm abacaxi.
O chefe agradeceu e mandou-o aguardar na sala.
Aí chamou aquele funcionário novo que havia sido promovido e lhe fez o mesmo pedido:
Eu pretendo servir mais tarde umas frutas de lanche para os funcionários.
Você poderia ir à fruteira aqui do lado e perguntar se eles têm abacaxi?
O rapaz foi e voltou em seguida com as seguintes respostas:
Chefe, eles têm abacaxi, mas eu não gostei porque estão muito azedos e caros.
Fui até a outra fruteira e lá eles têm uns bem docinhos e mais baratos que essa fruteira aqui do lado.
Aproveitei e me informei das outras frutas. Eles têm laranjas, bananas, mamão, melancia e maçãs.
Se comprarmos tudo lá eles dão um bom desconto e nos entregam aqui na empresa.
Ah! Eles também têm pães, leite e frios caso o senhor queira servir um lanche mais reforçado.
É só ligar que eles nos entregam aqui sem custo nenhum.
Obrigado, pode sair disse seu chefe.
E voltando-se para o primeiro funcionário que foi reclamar, lhe perguntou o que mesmo você queria?
O funcionário vermelho e envergonhado lhe disse: "não era nada chefe, outra hora nós conversamos". E saiu da sala rapidamente...
Numa empresa há um grupo que só fazem aquilo que se pede e outros dos que vão além do que se pede.
Seja do grupo dos que vão além, pois você irá aprender muito e suas possibilidades sempre serão maiores.
A recompensa sempre virá mais cedo ou mais tarde.
O segredo está na atitude e na mentalidade.

domingo, dezembro 7

ONDE VOCÊ COLOCA O SAL?

O velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d'água e bebesse.
Qual é o gosto? - perguntou o Mestre. Ruim - disse o aprendiz.
O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal elevasse a um lago.
Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago.
Então o velho disse:
- Beba um pouco dessa água.
Enquanto ele bebia, o Mestre indagou:
- Qual é o gosto?
- Bom! disse o rapaz.
- Você sente o gosto do sal? perguntou.
- Não - disse o jovem.
O Mestre então, sentou ao lado do jovem e disse:
- A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta.
É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu.
Em outras palavras: É deixar de ser COPO para tornar-se um LAGO.

domingo, novembro 16

MUDE


Mude, mas comece devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade.
Sente-se em outra cadeira, no outro lado da mesa, mais tarde, mude de mesa.
Quando sair, procure andar pelo outro lado da rua. Depois, mude de caminho, ande por outras ruas, calmamente, observando com atenção os lugares por onde você passa.
Tome outros ônibus.
Mude por um tempo o estilo das roupas.
Dê os seus sapatos velhos.
Procure andar descalço alguns dias.
Tire uma tarde inteira para passear livremente pela praia, ou no parque, e ouvir o canto dos passarinhos.
Veja o mundo de outras perspectivas.
Abra e feche gavetas e portas com a mão esquerda.
Durma no outro lado da cama… depois, procure dormir em outra cama.
Assista a outros programas de tv, compre outros jornais… leia outros tipos de livros.
Não faça do hábito um estilo de vida.
Ame a novidade.
Durma mais tarde.
Durma mais cedo.
Aprenda uma palavra nova por dia numa outra língua.
Corrija a postura.
Coma um pouco menos, escolha comidas diferentes, novos temperos, novas
cores, novas delícias.
Tente o novo todo dia, o novo lado, o novo método, o novo sabor, o novo jeito, o novo prazer, o novo amor, a nova vida.
Tente.
Busque novos amigos. Faça novas relações.
Almoce em outros locais, vá a outros restaurantes, tome um novo tipo de bebida, compre pão em outra padaria.
Almoce mais cedo, jante mais tarde ou vice-versa.
Escolha outro mercado… outra marca de sabonete, outro creme dental… tome banho em novos horários.
Use canetas de outras cores.
Vá passear em outros lugares.
Ame muito, cada vez mais, de modos diferentes.
Troque de bolsa, de carteira, de malas, troque de carro, compre novos óculos, escreva outras poesias.
Jogue os velhos relógios, quebre delicadamente esses horrorosos despertadores.
Abra conta em outro banco.
Vá a outros cinemas, outros cabeleireiros, outros teatros, visite novos museus.
Mude.
Lembre-se de que a Vida é uma só.
E pense seriamente em arrumar outro emprego, uma
nova ocupação, um trabalho mais light, mais prazeroso, mais digno, mais humano.
Se você não encontrar razões para ser livre, invente-as. Seja criativo.
E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, longa, se possível sem destino.Experimente coisas novas.
Troque novamente. Mude de novo. Experimente outra vez.
Você certamente conhecerá coisas melhores e coisas piores de que as já conhecidas, mas não é isso o que importa.
O mais importante é a mudança, o movimento, o dinamismo, a energia.
Só o que está morto não muda!